A fauna no inverno dos Bondinhos Aéreos em Canela

Uma das maiores atrações do Parques da Serra Bondinhos Aéreos, em Canela, é a trilha ecológica que passa por dentro da mata nativa típica da Serra Gaúcha. O caminho, que começa ao lado do desembarque dos bondinhos na Estação Animal, tem placas com árvores identificadas, além de peças e informações sobre os animais que por vezes podem ser vistos por lá: bugios, esquilos, quatis e muitos outros. Embora no inverno algumas espécies da fauna fiquem mais escondidas ou em hibernação, como acontece com o Ouriço Cacheiro, outras são bastante ativas no inverno.

Recentemente, a equipe do parque flagrou um Bugio Ruivo, que apareceu próximo da trilha. Esta espécie de primata, nomeada Alouatta guariba, pertence ao bioma da Mata Atlântica, ocupando florestas que vão do Espírito Santo até o Rio Grande do Sul, podendo ser encontrada também na Argentina. Os machos adultos têm uma inconfundível coloração alaranjada e avermelhada, daí o nome Bugio Ruivo, e as fêmeas e os jovens possuem pelagem castanha. Como animais arborícolas, eles adoram andar nos galhos altos das araucárias do parque e se alimentam principalmente de folhas, incluindo as de erva-mate presentes na trilha.

Os quatis, de hábito diurnos, também podem ser vistos, muitas vezes andando em bandos de machos, fêmeas e filhotes. O mamífero do gênero Nasua é conhecido pelo característico focinho alongado, que lhe confere um olfato muito apurado. Os quatis são excelentes escaladores de árvores, procurando insetos, frutas e folhas para comer. Eles são mais ativos pela manhã e no final da tarde. Como no inverno há menos frutas e sementes na floresta, os quatis costumam andar pela trilha a procura de alimentos. Mas os visitantes do parque são orientados a não alimentá-los, pelo bem da natureza, do meio ambiente e da própria espécie.

Book your break

  • 1

    Check Availability

  • 2

    Choose Room

  • 3

    Make A Reservation

  • 4

    Confirmation

Book A Room

WhatsApp chat